Conheça os 7 Céus e sua importância para os Cristãos

hashamayim

Existem 7 céus? Dependendo do ponto de vista podemos contar os céus como: 1 Céu, 3 Céus, 7 Céus ou 10 Céus. Leia este estudo até o fim onde tentaremos abordar a este tema melhor compreensão.

Neste artigo abordaremos:

  • O que a bíblia ensina sobre o assunto no antigo e novo testamento;
  • O Ensino Clássico do Cristianismo a respeito;
  • O que o Judaísmo ensina sobre as divisões celestes;
  • Qual nossa visão e nosso ensino sobre o tema.

O que a bíblia diz sobre os 07 céus?

Se olharmos a bíblia em português, veremos que existem poucas referências à multiplicidade dos céus. Para termos um olhar claro e podermos fazer um estudo profundo, mas ao mesmo tempo simples e de fácil compreensão, dividimos os versos em dois grupos: Os céus no antigo e no novo testamento.

Encontramos 7 palavras traduzidas como “Céus” na bíblia hebraica. Seguem os versículos listados abaixo:

  • 1 – Vilon – Isaías 40:22
  • 2 – Rakiá – Genesis 1:17
  • 3 – Sechakim – Salmos 78.23
  • 4 – Zevul – Isaías 63.15, 1 reis 8.13
  • 5 – Ma’on – Deut 26.15
  • 6 – Machon – Deut 28:12
  • 7 – Araboth – 2 Reis 7:2 (Aqui é onde vivem os anjos de fogo )

Existem outros versículos? Certamente! Porém, por uma questão de didática optamos por resumir a quantidade de exemplos.

Vilon (וילון)

Isaías 40:22: Ele é o que está assentado sobre o círculo da terra, cujos moradores são para ele como gafanhotos; é ele o que estende os céus como cortina, e os desenrola como tenda, para neles habitar;

Rakia (וילון)

Gênesis 1:17: E Deus os pôs na expansão dos céus para iluminar a terra

Sechakim (שחקים)

Salmos 78:23: Ainda que mandara às altas nuvens, e abriu as portas dos céus,

Zevul (זבול)

Isaías 63:15: Atenta desde os céus, e olha desde a tua santa e gloriosa habitação. Onde estão o teu zelo e as tuas obras poderosas? A comoção das tuas entranhas, e das tuas misericórdias, detém-se para comigo?

1 Reis 8:13: Certamente te edifiquei uma casa para morada, assento para a tua eterna habitação.

Ma’on (מעון)

Deuteronômio 26:15: Olha desde a tua santa habitação, desde o céu, e abençoa o teu povo, a Israel, e a terra que nos deste, como juraste a nossos pais, terra que mana leite e mel.

Machon (מעון) (também chamado de Shmei haShamaim)

Deuteronômio 28:12: O Senhor te abrirá o seu bom tesouro, o céu, para dar chuva à tua terra no seu tempo, e para abençoar toda a obra das tuas mãos; e emprestarás a muitas nações, porém tu não tomarás emprestado.

Araboth (ערבות)

2 Reis 7:2: Porém um senhor, em cuja mão o rei se encostava, respondeu ao homem de Deus e disse: Eis que ainda que o SENHOR fizesse janelas no céu, poder-se-ia fazer isso? E ele disse: Eis que o verás com os teus olhos, porém disso não comerás.

O que o Cristianismo ensina:

2 Coríntios 12:2-4: Conheço um homem em Cristo que há catorze anos (se no corpo, não sei, se fora do corpo, não sei; Deus o sabe) foi arrebatado ao terceiro céu. E sei que o tal homem (se no corpo, se fora do corpo, não sei; Deus o sabe) Foi arrebatado ao paraíso; e ouviu palavras inefáveis, que ao homem não é lícito falar.

De modo geral a patrística baseia-se no texto de acima para dizer que existem 03 céus. Segundo este entendimento, o primeiro céu refere-se à atmosfera, o segundo ao espaço sideral e por fim o terceiro como sendo o lugar da morada do Altíssimo. Segundo este ensino, este céu superior é semelhante a um grande país onde irão morar todos os santos.

Para exemplificar esta análise, podemos citar o dicionário teológico presente na 4ª Edição da Bíblia de Estudo Palavras Chave da Editora CPAD, na página 2.330 citação n°3772 onde está escrito:

… Substantivo que significa céu, ar. Frequentemente usado no plural, hoi ouranoi, “os céus”, imitando o uso hebraico do plural Shamayim. A forma plural é encontrada, mais frequentemente, em Mateus, menos frequentemente em Marcos e nas epístolas de Paulo e Pedro, apenas seis vezes nos textos de Lucas e nenhuma vez nos textos de João e Tiago. No entanto, as formas singular e plural são usadas de maneira similar e intercambiável, sem nenhuma diferença importante de significado entre elas…

E segue…

  1. Sobre o céu superior, além do firmamento visível, a morada de Deus e da sua glória, do Messias, dos anjos, os espíritos dos justos depois da morte, e, em geral, tudo o que se diz estar com Deus:
  1. De modo geral, por exemplo, sobre Deus (Mt. 5.16,34,45; 23.22; Mc 11.25,26; Lc 10.21; At 7.49; Ef 6.9; Cl 4.1; Hb 8.1; Ap 11.13; 16.11); sobre o Messias, o Filho de Deus, como vindo do céu (Jo 3.13,31; 6.33,38,41), ou retornando para lá depois da sua ressurreição (Mc 16.19; Lc 24.51 At 1.10,11), de onde ele virá outra vez para julgar o mundo (1Ts 1.10; 4.16; 2 Ts 1.7); sobre o Espírito Santo (Mt 3.16; Jo 1.32; 1 Pe 1.12); sobre os anjos (Mt 18.10; 24.36; Mc 12.25; Lc 22.43; Gl 1.8); sobre os justos, após a morte, como sede de sua gloriosa recompensa final (Mt 5.12; 6.20; Lc 10.20; 2 Co 5.1; Cl 1.5; 1 Pe 1.4). No céu também está o templo espiritual com seus sagrados utensílios (Hb 9.23,24; Ap 11.19; 14.17; 15.5; 16.17); e também ali a Nova Jerusalém está preparada e adornada (Ap. 3.12; 21.2,10. Poeticamente os céus são descritos como jubilosos (Ap. 12.12; 18.20).
  1. A expressão “arrebatado até o terceiro céu” (2 Co 12.2), provavelmente em alusão aos três céus, conforme especificado acima: o inferior, o médio ou firmamento, e o superior, daí, o “terceiro céu” i.e., o mais elevado céu, a morada de Deus e dos anjos e espíritos glorificados; o paraíso espiritual (veja 2 Co 12.4).

 

  1. Como metonímia, como em inglês, céu, como a morada de Deus, frequentemente indica o próprio Deus (Mt 21.25, Mc 11.30; Lc 20.4,5). Também na fórmula tão frequentemente encontrada em Matheus, “o reino dos céus” (Mt 3.2; 4.17; 5.3,10; et al.).

O que o Judaísmo Ensina:

O judaísmo crê de forma diferente. O Talmude Bavli Chagigah descreve desta forma os 7 céus:

1° Céu: Vilon (וילון)

Vilon não serve para nada, exceto este, que ele entra pela manhã, e sai à noite, e renova todos os dias a obra da criação.

2° Céu: Rakia (וילון)

Rakia é aquela em que se estabelecem sol e lua, estrelas e constelações. Shchakim é Aquela em que as pedras de moer estão e moem o maná para os justos.

3° Céu: Sechakim (שחקים)

====//====

4° Céu: Zevul (זבול)

Zbul é aquele em que está o A Jerusalém celestial, o Templo, e o altar está construído lá e Miguel, o grande príncipe, se levanta e oferece sobre ele uma oferta.

5° Céu: Ma’on (מעון)

Maon é aquela em que estão companhias de anjos ministradores que proferem o seu cântico na noite e se calam no dia por causa da glória de Israel.

Resh Lakish disse: Todo aquele que estudou na Lei neste mundo, que é como a noite, o Santo Um, bendito seja Ele, estende sobre ele o fio da graça para o mundo futuro, que é como o Dia, como está escrito: “No dia em que o Senhor dá o seu mandamento misericordioso, e de noite o seu cântico é comigo.”

6° Céu: Machon (מעון) (também chamado de Shmei haShamaim)

Makhon é aquela em que estão os tesouros de granizo, A morada alta dos orvalhos nocivos e a alta morada das gotas redondas, a câmara do redemoinho e da tempestade e o recuo de vapor ruidoso; E as suas portas são feitas de fogo.

7° Céu: Araboth (ערבות)

Araboth é aquela em que estão a justiça, o juízo e a graça, os tesouros da vida e os tesouros da paz e os tesouros da bênção, e as almas dos justos e dos espíritos e almas que estão para ser criados e o orvalho com que O Santo, bendito seja, está prestes a vivificar os mortais. Há também os celestiais e serafins e seres santos e anjos ministradores e o trono de glória, e o Rei, o Deus Vivo, elevado e erguido, assentado sobre eles entre as nuvens, e trevas e nuvens e densas trevas o cercam. Como há trevas na presença do Senhor? Não está escrito:

Daniel 2:22 Ele revela o profundo e o escondido; conhece o que está em trevas, e com ele mora a luz.
Isso não apresenta dificuldade. Não há contradição: o um [verso] Refere-se às câmaras internas, a outra às câmaras exteriores.

E R. Aha b. Jacó disse: Ainda há outro Céu sobre as cabeças dos seres viventes, porque está escrito: E sobre as cabeças dos seres viventes havia uma semelhança de firmamento, como a cor do gelo terrível, estendida sobre suas cabeças Acima. Até agora você tem permissão para falar, de agora em diante você não tem permissão para falar, pois assim está escrito no Livro de Ben Sira: Não busque coisas que são muito difíceis para você, e não busque coisas que estão escondidas De ti As coisas que te foram permitidas, pensai nisso; Não tens nada a ver com as coisas que estão em segredo.

É ensinado: R. Johanan b. Zakkai disse: Que resposta a Bat Kol deu ao iníquo, quando disse: Eu subirei acima das alturas das nuvens; Eu serei como o Altíssimo? A Bat Kol saiu e disse-lhe: Ó homem perverso, filho de um homem ímpio, neto de Nimrode, o ímpio, que despertou o mundo inteiro para rebelar-se contra mim por seu governo. Quantos são os anos do homem? Setenta, pois é dito: Os dias de nossos anos são sessenta anos e dez, ou mesmo por força de força, oitenta anos. Mas a distância da terra para o firmamento é uma jornada de quinhentos anos, e a espessura do Firmamento é uma jornada de quinhentos anos, e da mesma maneira [a distância] entre um firmamento e o outro. Acima deles estão os seres vivos santos: Os pés dos seres viventes são iguais a todos [juntos]; os tornozelos dos seres viventes são iguais a todos eles; As pernas das criaturas vivas são iguais a todas elas; Os joelhos das criaturas vivas são iguais a todos eles; As coxas das criaturas vivas são iguais a todas elas; Os corpos dos seres viventes são iguais a todos eles; Os pescoços dos seres viventes são iguais a todos eles; As cabeças dos seres viventes são iguais a todos eles; Os chifres dos seres vivos são iguais a todos eles. Acima deles está o trono da glória; Os pés do trono de glória são iguais a todos eles; O trono de glória é igual a todos eles. O Rei, o Deus vivo e eterno, Alto e Exaltado, mora acima deles. No entanto, tu disseste: Subirei acima das alturas das nuvens, Eu serei como o Altíssimo! Não, serás levado para o mundo inferior, até os confins da cova.

Seguem abaixo alguns ensinamentos dos sábios judeus.

Alter Rebe

Tanya (Shaar Hayichud  cap. 12) “Que haja um firmamento (…)” e cada ser particular que se criou nos Sete Céus, foi criado, vive e existe através das combinações das letras destas palavras ou suas substituições e transposições, de acordo com a qualidade da força daquela criatura particular.

Nosso ensino:

Por que é importante que o cristão entender isso? Por causa do seguinte versículo:

1 Coríntios 3:12-15 E, se alguém sobre este fundamento formar um edifício de ouro, prata, pedras preciosas, madeira, feno, palha, A obra de cada um se manifestará; na verdade o dia a declarará, porque pelo fogo será descoberta; e o fogo provará qual seja a obra de cada um. Se a obra que alguém edificou nessa parte permanecer, esse receberá galardão. Se a obra de alguém se queimar, sofrerá detrimento; mas o tal será salvo, todavia como pelo fogo.

Vamos olhar isso com um pouco mais de carinho.

O texto fala sobre as obras do crente, sobre sua recompensa. Essa obra é aquilo que você vai apresentar para D-us. É o seu trabalho aqui na terra, é aquilo que você constrói, é aquilo que vc fez com a sua vida.

D-us te tirou do céu, te deu uma missão e te mandou pra terra, o que você está fazendo com a vida que D-us te deu, esses 100 anos,  esses poucos anos aqui na face da terra?

Isso que vc fizer com essa vida, vai determinar quão alto você vai nos céus.

Mas como chegamos nessa lógica?

Olha só, existem obras de ouro, de prata e pedras preciosas, mas também existem obras de madeira, de feno e de palha.

Se você é um crente que somente vai na igreja, mas não lê a bíblia, não ora, não jejua, não se envolve com a obra, pensa comigo, será que a sua obra é de ouro? Ou será que ela é de palha?

Lembre-se que o que vai provar a qualidade da sua obra é o fogo. Se você botar um ouro no fogo, ele brilha mais, fica muito mais puro, as pedras preciosas também.

Já a madeira, demora um pouquinho mas queima, o feno queima muito mais rápido do que a madeira e a palha queima que é uma maravilha…. o que vai sobrar?

Se a obra se queimar, você não vai ter nada para apresentar diante de D-us, porém se ela ficar, como galardão você poderá ir a um destes três céus.

É importante que se entenda que céu é tudo aquilo de bom, de maravilhoso, nós vamos sobre o céu em um outro momento, citando as obras dos grandes rabinos, mas falando superficialmente, como eu disse lá atrás, D-us está acima dos Céus, e ele se manifesta nos céus. É como se ele jogasse a luz dele sobre os céus.

Imagine os céus como cálices. Onde ele enche os cálices e transborda para os cálices de baixo.

Assim a luz de Deus vai passando até chegar na terra.

Um exemplo até melhor para se entender isso, é você imaginar que a luz de D-us é semelhante a luz do sol e o primeiro céu é como um óculos que você coloca.

O segundo céu, é um segundo óculos que você coloca atrás deste e assim sucessivamente.

Como são 7 céus, são, consequentemente, 7 óculos.

Aí você imagina… poxa, se eu botar apenas 1 óculos, a luz do sol já não me afeta tanto. Quanto de luz será que chega se eu botar sete óculos em sequencia? Quase nada não é mesmo?

Então, da mesma maneira D-us fez dessa forma porque a nossa terra, o nosso mundo aqui embaixo, ele não consegue suportar a luz intensa de D-us porque D-us é muito grande, lembre-se disso. Sendo que a luz aqui é só uma analogia para facilitar a explicação e o seu entendimento.

Alguém pode me perguntar assim: poxa, a minha obra não é de ouro e eu acho também que não é de prata não…. olha, a minha obra eu não quero contar pra ninguém não, mas eu acho que ela é na melhor das hipóteses de madeira. Então, o que vai acontecer? Será que eu vou perder a salvação?

Não, você não vai perder a salvação, mas você vai perder a oportunidade de passar a eternidade, depois que você morrer, sua segunda vida, num mundo mais alto.

Poxa imagina! Imagina que tá você e dois amigos. Você levou sua vida, se preocupou bastante com trabalho e acabou ficando em um céu inferior. Por que? Porque não se dedicou com muitas coisas espirituais, consequentemente é justo que você não receba um galardão tão alto quanto o dos outros.

Agora os seus amigos, eles se dedicaram mais na obra e foram para um céu mais alto. Foram para o segundo céu, ou para o terceiro céu, que seja.

Ao chegar lá, pensa que você não vai conseguir subir para poder ver onde eles estão. Se você está no primeiro céu, você nunca vai poder subir para o segundo, assim como quem está no segundo nunca vai poder subir para o terceiro. Mas aquele que está nos céus superiores, ele pode descer, enquanto você não pode subir.

O momento de fazer alguma coisa, o momento de se tornar um cristão melhor é aqui na terra. No céu você não vai aprender a ser crente, o momento de momento aprender a ser crente e praticar aquilo que você aprendeu é aqui embaixo.

Ok?

Bom, não quero deixar essa aula muito longa, vamos abordar isso com um pouco mais de calma em um outro momento.

Nesse finalzinho eu quero te pedir que se esse artigo te acrescentou algum conhecimento, se te foi útil de alguma forma, que você possa fazer um comentário aqui ao fim do artigo.

Se for usar esse artigo ou parte dele em seu site, que por favor coloque um link para nossa página…

isso vai ajudar muito no crescimento dessa obra além de servir de indicador para sabermos se estamos indo no caminho correto em nosso trabalho.

Shalom Shalom, que HaShem te abençoe e te guarde, que Ele faça resplandecer o rosto dele sobre ti e tenha Misericórdia de ti. Que Ele sobre ti levante o Seu Rosto e te dê Shalom.

PS: Existem 6 palácios que é o local exato onde os santos vão morar, mas abordaremos isso em outra aula.